Empresa de hotelaria usa tecnologia RFID para rastremento

Resorts World Genting lançou um sistema de identificação por radiofrequência (RFID) para automatizar o gerenciamento de mais de 100.000 itens de uniformes. O resort planeja duplicar esse volume, depois de introduzir a tecnologia em novas instalações e com novos funcionários. A Resorts World Genting é um resort popular situado a 2.000 metros acima do nível do mar na Malásia.

Em janeiro de 2017, a Genting implantou seu Sistemas de Uniformes com RFID UHF passivo, da InvoTech, empresa de tecnologia localizada em Woodland Hills, Califórnia, para gerenciar as operações de lavanderia de uniformes e roupas de cama em seus seis hotéis – envolvendo mais de 10.000 quartos no total – e restaurantes, com mais de 18.000 funcionários.

A solução rastreia cada uniforme à medida que se move através do serviço de lavanderia central e, em seguida, uma rede complexa de transportadores de classificação para fornecer automaticamente esse vestuário de volta ao empregado correto. O software InvoTech que gerencia os dados baseados em RFID reside nos servidores do resort e está integrado aos seus sistemas de contabilidade, recursos humanos e transportadores.

A tecnologia RFID é projetada para eliminar tarefas manuais diárias e automatizar processos, diz Jeff Welles, presidente da InvoTech. Além de reduzir os custos trabalhistas, diz, estabelece responsabilidade “para eliminar perdas e fornece informações críticas para reduzir as compras”. Como os funcionários sabem que o software está rastreando os uniformes, eles levam e depois retornam as roupas.

A operação da Resorts World Genting é uma das maiores empresas desse tipo no mundo. Emprega dezenas de milhares de trabalhadores e abriga dois departamentos de uniformes que atendem o pessoal de todos os hotéis, além de restaurantes, locais de entretenimento, um parque temático coberto e, em breve, o primeiro parque temático do século XX do mundo. Os funcionários usam uniformes de propriedade da empresa, depois os entregam para o serviço de lavanderia no final de cada turno e os recuperam novamente no próximo turno.

Para gerenciar os uniformes, a Resorts World Genting tradicionalmente rotula apenas cada par de calças, camisa ou outro item com o nome do empregado. Os trabalhadores então encomendam os uniformes na área de lavanderia e enviam as peças de vestuário de volta para o departamento apropriado e ao membro da equipe pelos departamentos de uniformes. Gerenciar centenas de milhares de itens de uniforme era tedioso para os trabalhadores da empresa, diz Welles. Além disso, se um funcionário reportasse a falta de um item de uniforme, este teria de ser recomprado e a origem do problema fosse impossível de rastrear.

À medida que a empresa continua a expandir, esse processo estava se tornando mais complicado. Portanto, a Genting Malaysia instalou a tecnologia RFID dentro dos dois departamentos de uniformes, bem como nas instalações de lavanderia central da Resorts World Genting, para acompanhar automaticamente a circulação dessas peças. Atualmente, o sistema rastreia uniformes para mais de 18 mil funcionários.

A InvoTech instalou 30 leitores RFID fixos Impinj Speedway Revolution em estações de uniformes localizadas nos balcões dos serviços dos Departamentos de Uniformes, bem como nos transportadores automatizados de classificação de uniforme. Além disso, a InvoTech forneceu leitores portáteis Zebra Technologiespara processamento de lavanderia e contagens de inventário.

Até agora, apenas 25.000 itens têm uma tag RFID Fujitsu costurada neles, enquanto a etiquetagem de uniformes ainda está em andamento. Cada etiqueta tag é codificada com um número de identificação exclusivo ligado à ID do produto no software InvoTech. O resort atribuiu no software o número de RFID de cada uniforme a cada empregado específico. Os membros da equipe colocam uniformes em um slot designado em um transportador de distribuição automatizado.

Ao chegar no trabalho, os funcionários usam seu cartão de identificação para recuperar os uniformes do transportador automatizado. Quando apresentam seu distintivo de identificação para um leitor de cartão, o software aprova essa identificação e o sistema de transporte fornece automaticamente ao indivíduo o seu uniforme pessoal. O software InvoTech, em seguida, atualiza o registro de qual uniforme foi retirado e por qual funcionário.

O recebimento de mercadorias dentro da área de lavanderia é capturado nas estações de leitores RFID InvoTech. Quando os funcionários retornam seus uniformes sujos, eles os colocam em uma das caixas da lavanderia. O pessoal então usa um leitor manual da Zebra para interrogar cada ID de etiqueta e para armazenar outra atualização de status, indicando que o item foi retornado para lavagem.

Depois de lavadas, as roupas são colocadas no transportador de classificação automático, para serem arranjadas para um armazenamento rápido e fácil sobre os transportadores de distribuição automática. Os leitores de RFID nos transportadores registram automaticamente quais os uniformes foram recebidos de volta.

“O sistema InvoTech mantém um inventário perpétuo dos uniformes”, diz Welles, “e gerencia tarefas de empregados”. O sistema também possui recursos de relatório para manter níveis de inventário ótimos e para prever a necessidade de compras no caso de um uniforme não retornar da lavanderia ou do empregado, ou se a roupa introduzir dados indicando que um uniforme em particular não é mais utilizável.

A Resorts World Genting da Malásia queria principalmente o sistema para estabelecer a responsabilidade e reduzir as compras de uniformes. Enquanto 25.000 peças de vestuário estão etiquetadas atualmente, a empresa planeja inserir tags em outros 150 mil uniformes no total.

@rfidjournal

WhatsApp chat